História

Como Tudo Começou

Atibaia foi uma das cidades que abrigou um grande número de famílias orientais. Com a agricultura, que era a principal fonte de renda, a tradicional colônia japonesa contribuiu para o desenvolvimento cultural, econômico e social do município.

Um exemplo é a famosa Festa de Flores e Morangos de Atibaia. O evento teve início em 1965. Naquela época, com o nome de Feira Agrícola, a colônia japonesa e a entidade responsável, Associação Cultural de Atibaia (ACA), ofereceram à cidade uma especial comemoração pelos 300 anos. Mais tarde, em 1976, a Feira teve sua segunda edição. Já em 1982 foi organizado um evento para a comemoração dos 30 anos da ACA e, assim, passou a ser consecutivo. Até aquela data, o evento não tinha grande proporção. Entretanto, a construção do Elefantinho (Ginásio de Esportes) tornou possível dividir a Feira em Flores, no Elefantão (Ginásio ao lado) e agricultura no novo espaço, disponibilizado pelo prefeito da época, o saudoso Takao Ono.

Muitas pessoas da região, o Sindicato Rural e a Associação Comercial de Atibaia colaboraram para que o evento continuasse e a cidade fosse anfitriã de um evento tradicional, chamada de Festa das Flores.

Em 1985, na 6° edição, o evento passou a ser chamado de Festa de Flores e Morangos devido ao enorme campo produtivo na agricultura, onde o protagonista era o morango. Essa data também foi marcada pela inauguração do pavilhão de exposições do Parque Edmundo Zanoni.

Assim, a Festa passou a se destacar nacionalmente como um evento cultural, muito exuberante e esbanjando criatividade, beleza e promovendo a cultura.

Programação

A Festa de Flores e Morangos de Atibaia possui um caráter cultural muito amplo e diversificado. Além da rica presença da cultura japonesa e suas

plugins premium WordPress
× Como posso te ajudar?